Irresistível


Quando tenho um voo, tento fazer o check-in o mais cedo possível, para poder escolher o lugar ao meu gosto…

Gosto de voar na zona das asas, porque se sente menos instabilidade durante o voo. E gosto de me sentar à janela porque não resisto à vista fabulosa que nos é apresentada quando passamos a fofa camada de núvens…

1-20160418_1854251-20160418_1853431-20160418_1853071-20160418_1852591-20160417_114253

Também adoro ver a cidade lá em baixo, a ficar cada vez mais em miniatura. Desta vez, por questões relacionadas com a “recuperação” do aeroporto de Bruxelas, o meu voo de regresso a Lisboa saiu de Ostende, no Norte da Bélgica. Uma cidade costeira, que me pareceu (na rápida passagem de autocarro da estação de comboio para o aeroporto), uma cidade bem pitoresca e agradável.1-20160418_1852091-20160418_1851551-20160418_1851471-20160418_1851261-20160418_1851131-20160418_185104

{ Bruxelas }


Eu sei que muitas vezes posso fazer transparecer que uso as viagens que faço em trabalho em meu proveito pessoal. A verdade é que vou a reuniões fora do país (o que muitos colegas se recusam a fazer e eu não me importo nada) e em nenhum momento descuro o objectivo da viagem ou o meu trabalho.

Agora, já que lá estou, não vou deixar de aproveitar as horas livres para conhecer um pouco mais uma cidade que não é a minha.

Na semana passada tive essa oportunidade, já que tive de ir ao domingo. E já que vou ao domingo, decidi ir no 1º voo, às 7 da manhã (obviamente, sem qualquer prejuízo para o trabalho). Ao meio dia estava no centro de Bruxelas, pronta a explorar algumas dicas de um guia diferente, o Use-it. Trata-se de um conjunto de guias diferentes para várias cidades, mas feitos por locais e com dicas diferentes daqueles guias turísticos tradicionais.

Desse guia escolhi 4 dicas diferentes: um mercado internacional; uma feira da ladra; um jardim escondido; e um parque de estacionamento (sim, leram bem!). Tudo feito a pé ;)

O passeio começou com a ida ao mercado. Cheio de gente, enorme, ao ar livre e com uma diversidade enorme de produtos. Desde as frutas e legumes (lindos e alguns diferentes), especiarias, comida pronta, roupa, utensílios de cozinha, bijuteria… Um pouco de tudo. Fica junto à estação du Midi. O segredo, para quem tencione comprar frutas ou legumes, é ir no final, altura em que os vendedores querem “despachar” o que sobra e os preços descem a pique.

De seguida dirigi-me à feira da ladra. Pequena, resume-se a um largo, a Place de Jeu de Balle. Mas com um ambiente muito giro e numa zona com várias lojas de antiguidades, velharias e peças vintage. Vale a pena visitar a feira e algumas das lojas das redondenzas.20150208_135946 20150208_140505 20150208_140523 20150208_140537 20150208_140610 20150208_140647 20150208_141100 20150208_141230 20150208_141323 20150208_141628 20150208_141654

Vista as feiras, decidi dirigir-me a um pequeno jardim, que o guia referia ser desconhecido de grande parte dos locais, por estar bem escondido no meio de vários edifícios. De facto não foi fácil encontra-lo. Quando estava eu parada no meio da rua a olhar para o mapa, perguntaram-me se precisava de ajuda e alguém que morava ali não conhecia o parque. Mas lá o encontrei e confirmo que parece a entrada para as traseiras de um prédio. Está mesmo bem escondido. O que justifica a calma que o rodeava. Lá dentro existe uma cafetaria com uma agradável esplanada, casinhas de pássaros presas nas árvores e uma estátua que me deliciou. É o Peter Pan de George Frampton. Uma das réplicas existentes. Deixo-vos alguns detalhes que me encantaram…

DSCF9789DSCF9795 DSCF9794 DSCF9793 DSCF9792 DSCF9791 DSCF9790

Já me esquecia de contar o porquê do parque de estacionamento… O Parking 58 é um local onde podemos subir gratuitamente ao último andar (o 10º) e ter uma vista privilegiada de 360º sobre a cidade… Confesso que esperava mais, mas ainda assim acho que vale a pena.

{ Parc de Bruxelles }


Com a reunião a começar às 14h30, depois do almoço decidi que o percurso de cerca de 3km até Schuman seria feito a pé. Não chovia, por isso foi a melhor opção para passear mais um pouco e conhecer o Parc de Bruxelles, que ficava a caminho.

20141112_125600~2 20141112_125708 20141112_125717 20141112_125728 20141112_125735 20141112_125741 20141112_125853 20141112_125900 Valeu a pena arrastar o trolley e passear mais um pouco antes da reunião.

{ Brussels }


Não ia a Bruxelas há uns dez anos. Regressei agora para uma reunião que me permitiu uma manhã livre, que aproveitei para explorar um pouco. Não podia deixar de passar pela Grand Place, que infelizmente ainda não estava vestida para o Natal…001 002 003 006 008 012 017 025 20141112_105356 20141112_105422 20141112_105529 20141112_105651No passeio ainda me cruzei com o pequeno Manneken Pis…020

A registar, apenas um ponto muito negativo da viagem… é incrível que o aeroporto de Bruxelas não seja servido por um único transporte público entre a meia noite e as 5h30 da manhã… 55€ de táxi para o centro!

Fica registado que o voo da noite não é para repetir…