{ Ainda do Natal }


Como tinha dito, este foi um Natal diferente de todos os que passei. E talvez um dos mais sentidos que passei.
Foi uma noite de Natal a servir a ceia a pessoas que, pelos motivos mais diversos, apareceram numa tenda montada no Martim Moniz.
Pessoas tão diferentes umas das outras.
Desde o idoso que entrou, comeu e adormeceu até ao final da noite (umas horas longe do frio).
Ao menino de 5/6 anos de idade que esteve desde as 6 da tarde no 1º lugar da fila, sozinho e com um sorriso rasgado na cara. Este, depois de conversar com alguns voluntários, foi buscar a família. Apareceu com um sorriso ainda maior, ao lado da mãe e dos irmãos. Comeu, dançou, cantou e encantou-nos a todos.
As nacionalidades eram variadas, e as disposições também.
Havia quem estivesse ressentido com a vida. Quem fosse lá sentindo que não fazíamos mais do que a nossa obrigação.
Mas a maior parte da pessoas aproveitaram esta noite para esquecer as outras noites e dias mais difíceis e sorriram, cantaram, comeram e conversaram. 
As conversas que tive com várias pessoas aqueceram-me nessa noite.
Conheci o músico, que canta na rua e em bares. “Nos bares não é todos os dias”, disse-me ele.
Conheci o fotógrafo, que se encantou a fotografar tudo e todos.
Aquela senhora que estava lá na ponta, sentada na cadeira de rodas, que ficou envergonhada quando eu sorri enquanto um senhor a beijava. Senhor esse que, em seguida, me abraçou e beijou também.
O Madeirense, de olhos da cor do mar, que detesta o Alberto João Jardim, que começou por troçar de mim, mas que me chamou tantas vezes para conversar de tudo, falar da mulher que está hospitalizada, que me deu a mão inúmeras vezes e acabou a noite com um sorriso contagiante e com um presente meu.
A senhora que apareceu apenas ao final da noite, só para levar alguma comida para casa.
E acima de tudo, conheci uma associação com elementos fantásticos (quantos deles já passaram por situações tão difíceis), que só não deram o impossível.
Se, por um lado, lamento a necessidade deste tipo de eventos e deste tipo de organizações terem de existir, por outro só posso ficar grata por existirem. Porque são necessários. E fico grata por me terem dado a oportunidade de participar nesta noite e de me chamarem para participar em muitas outras noites.

6 thoughts on “{ Ainda do Natal }

  1. Ainda bem que gostaste e que tenhas oportunidade de repetir de certeza que aqueceste muitos corações :) Bom ano de 2013 recheado de coisa boas e de tudo o que mais desejas, já sei que o teu coração só pede coisas boas :) eh eh eh, beijinhos!!!

  2. Bem de coração quentinho deixaste-me tu agora :) isso é um Feliz natal e bem recheado, de Amor puro.Adorava viver um dia, ou noite ou natal a ajudar assim.Beijinhos és linda <3

  3. Ups!Peço desculpa desde já, mas dei conta agora que não te disse que te desejava um Feliz natal, mas fico muito Feliz de saber que para além de Feliz foi Especial :)Que 2013 seja repleto de novidades maravilhosas e Felizes <3

  4. Já passei uma noite de natal assim também e foi tão mais o que recebi do que aquilo que dei… :)Um grande beijinho para ti e que o novo ano nos traga muitas surpresas e novos desafios!

You're saying

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s