{ #30 – Something that makes you sad }


{Photo: Sol de Dezembro}

Day #30 of the April Photo a day chalenge.

Nota: A foto não é de hoje, mas doeu… Então quando foi para colocar no reboque (sem endireitar a roda…). É que este é o meu Peugeoutzinho do coração… 

Advertisements

{ Fui ao Circo! }


Se há coisa de que nunca gostei foi de ir ao circo.
Não tenho sequer recordações de ir ao circo na minha infância. Fui certamente, mas não foi nada que ficasse guardado na minha memória.

As recordações que tenho são já de adulta. A acompanhar algumas crianças.
Mas não gosto. Não gosto do ambiente, do cheiro, dos espectáculos, dos animais (atenção, adoro animais, mas no circo, não obrigada!).

Acho que a única coisa que gostava de ver no circo (e disso lembro-me de ver, mas na televisão) são as acrobacias aéreas.

Eu sei que existem vários tipos de circo diferentes. Todos me dizem maravilhas do cirque du soleil, por exemplo. Mas… nunca me deu para ir constatar…

Mas ultimamente, quero porque quero ir ao circo. Mas, lá está, não é um circo comum. Aliás, o que eu queria mesmo ir ver chama-se Cabaret Circo… E é promovido pelo Grupo Armazém 13.

É um circo contemporâneo, com vários tipos de artes performativas, com alguma interacção com o público. 

Nunca tinha assistido. Não ouvi grandes relatos sobre o tipo de espectáculo, a não ser que no anterior houve um casamento ao vivo e a cores, entre dois dos artistas.
E por tudo isso, andava curiosíssima para descobrir.

Tentei ir ao último que realizaram, mas outros planos sobrepuseram-se.
Agora surgiu a oportunidade de assistir ao 13º Cabaret Circo.

Por ser o 13º Cabaret do Armazém 13, prometeram uma noite recheada de alegria e momentos inesquecíveis de performances, com todos os artistas que fazem parte deste projecto.

Foi muito bom! E, sem dúvida, uma experiência a repetir.


Só tenho pena que a máquina fotográfica se tenha avariado antes e só consegui tirar algumas fotos péssimas com o telemóvel. Ainda assim, deixo aqui algumas.
 
 
 
 
 
 
 {Fotos ranhosas: Sol de Dezembro}

{ Falta um bocadinho assim*}


Eu tenho uma vidinha santa.
Quase! Não fosse a parte financeira, com cortes no ordenado, com a eliminação dos subsídios de férias e de Natal e aumento dos preços em tudo, eu tinha uma vidinha santa.
Não tenho de prestar contas a ninguém.
Sou saudável.
Tenho poucos, mas bons amigos.
Sou apaixonada e correspondida (or so I think feel)
Tenho um emprego.
Tenho casa (alugada, mas tenho) e carro.
Sou feliz na maior parte do tempo (e no tempo restante não posso sequer dizer que estou infeliz).
E sou sincera, só me faltava um bocadinho assim* para ser tão mais feliz!
Tenho de encontrar uma forma de completar esse bocadinho! É que a coisa ia ser tão, mas tão mais fácil!
* Não vale a pena oferecerem-me Danoninhos, ok? :D